Brand Experience: Se você não tem uma montanha russa em sua empresa então …..

Brand Experience: Se você não tem uma montanha russa em sua empresa então …..

Brand Experience: Se você não tem uma montanha russa em sua empresa então …..
Avalie este post

vídeo da minha primeira vez na montanha russa no final de semana passado

Se você não tem uma montanha russa em sua empresa para conquistar um espaço na mente das pessoas, então você terá que conhecer muito bem seu consumidor para traçar a melhor estratégia e criar experiências únicas na mente dele através do seu produto e pontos de contato, mas antes temos que nos atentar a alguns pontos.

Antes de definir os pontos de contato com a marca, precisamos definir muito bem o que vamos vender, como vamos vender e para quem vamos vender, para depois traçarmos um plano estratégico. Desde pequenas empresas com pequenos esforços às grandes com múltiplos esforços, deverão fazê-lo . Marty Neumeier em seu livro “Zag” diz que a marca é a percepção intuitiva de uma pessoa, então devemos abordar o problema com intuição e não apenas com lógica, para isso precisamos conhecer muito bem a empresa, o produto e o consumidor, para depois traçar um plano eficaz.

Mas de nada vale uma excelente estratégia sem uma boa execução e acompanhamento dos mesmos. Nossa marca é experimentada em diversas situações, por isso é importante escolher e influenciar todos estes pontos. Às vezes temos que esquecer um pouco que trabalhamos para nossas empresas e ir com amigos e família para vivenciar as situações de contato como consumidores, coletar informações e fazer alguns ajustes quando necessário. É de suma importância mapear o trajeto do cliente desde o primeiro contato até a lealdade da marca. “Como eles descobrem a marca? Quem ou que faz concorrência com cada um dos pontos de contato? Como buscamos informação sobre o produto ou serviço? E mais objetivamente onde eles NÃO devem ser colocados ou como NÃO devem ser apresentados.

Ver post  Microfest - Kombi Donizete. Agente se diverte!

Assim como nós, as marcas crescem e tornam-se “alguém” através de suas experiências e atitudes. O branding surgiu para orquestrar, criar e tornar todas as experiências agradáveis e relevantes, pois, satisfazendo as necessidades ou desejos das pessoas é que construímos uma conexão emocional entre as partes, gerando valor a marca, construindo clientes leais e relacionamentos duradouros ou se a experiência for negativa, clientes insatisfeitos.

Clique aqui e veja o post “ Vamos prestar atenção JAH!, onde eu tive o primeiro contato negativo com uma marca e será difícil reverter.

Bruno Pinheiro - Consultor de Marketing Educacional e Digital

Eu sou consultor de marketing digital e educacional. Tenho mais de 10 anos de experiência, e foco meu trabalho em resultados utilizando Agile Marketing.